Salvador: Ciclo De Música Contemporânea 2019

dri

Ciclo De Música Contemporânea 2019, com Marcela Lucatelli, Stephanie Griffin & Andrea May + DJ Adriana Prates

Ingressos: https://www.sympla.com.br/cmc-2019—concerto—marcela-lucatelli-stephanie-griffin–andrea-may–dj-adriana-prates__561755

Depois do sucesso da apresentação de Ken Vandermark e Paal Nilssen – Love no Espaço Coaty, o Ciclo de Música Contemporânea 2019 apresenta no dia 28/06, as 20horas, na Commons Studio Bar, um concerto reunindo três artistas do cenário da música improvisada do Brasil, Canadá e Dinamarca. Com curadoria de Edbrass Brasil, Marcela Lucatelli (DK/BR), Stephanie Griffin (CAN/USA) & Andrea May (BR), apresentarão solos e uma improvisação coletiva na mesma noite, que promete ser a grande pedida para quem estiver em salvador no dia de São Pedro.

Nascida no Brasil e radicada na Dinamarca, Marcela Lucatelli ganhou reconhecimento internacional por seus trabalhos de performance extremamente originais, multi-sensoriais e carregados politicamente. Suas peças são atualmente executadas por grupos de elite como o Danish National Vocal Ensemble e Neue Vocalsolisten Stuttgart, juntamente com alguns dos ensembles e coletivos de música mais experimentais da cena de música contemporânea européia e norte-americana, como Apartment House (UK), Bastard Assignments (UK) e Mocrep (EUA). Site: https://www.marcelalucatelli.co/

Stephanie Griffin é uma violista inovadora que traz em seu trabalho e composições uma visão musical única e eclética. Nascida no Canadá e com sede em Nova York, suas pesquisas musicais a levaram à Indonésia, Cingapura, Japão, Hong Kong, Inglaterra, Irlanda, Alemanha, Bélgica, México e Mongólia. De grandes salas de concerto às dunas de areia do deserto de Gobi, ela se apresentou como solista e camerista em contextos clássicos, contemporâneos e de improvisação. A participação da artista conta com o apoio do Programa de Residência Artística Sacatar, promovido pelo Instituto Sacatar. Site: http://www.stephaniegriffinviola.com/ / http://sacatar.org/programs/residency-fellowships/

Andrea May é artista visual e sonora, curadora independente e mestranda em Artes Visuais, com pesquisa na hibridização de linguagens artísticas com ênfase na estética do ruído. Também conhecida como May aka Happy Downlady (HD), desenvolve projetos em diversas técnicas, como infografia, ilustração, colagem, projeção de vídeo (vjing), instalação, arte sonora, djing e ações coletivas. Seu projeto solo “Noisy Turntablism” tem por objetivo conectar o experimentalismo sonoro às artes visuais em reflexões diversas a partir do ruído como um sinal de alerta que perambula nos ouvidos como disparador de potência no campo do sensível feminino, e se expande em elaborações performativas, contundentes e viscerais. Site: http://www.andreamay.com.br/

DJ – Adriana Prates

Adriana Prates é Dj de música eletrônica e faz parte do Pragatecno, grupo formado por Djs, produtores, artistas gráficos e promoters, que promove a música eletrônica no Norte e Nordeste do Brasil. Desde 2002 a Dj direciona sua pesquisa musical especialmente para a House Music, estilo que aprecia em suas variadas vertentes, sempre priorizando as produções alternativas e experimentais. Embora sua preferência seja tocar para as pistas de dança, a DJ também colabora com espetáculos de teatro e dança, tendo participado, junto com o Núcleo Vagapara, dos workshops que deram origem à montagem de “Cookie”, do “Toca que eu danço/Dança que eu toco”, no Teatro Gamboa e do “O quinto criador: o público”, encenado no Teatro Vila Velha. Adriana também faz parte de outro coletivo, o Cena Queer, onde concebeu o anti-projeto de discotecagem “As Vacas Profanas”. Site:https://pragatecno.wordpress.com/djs/dj-adriana-prates-salvador.

Realizado pela Low Fi – Processos Criativos, o Ciclo de Música Contemporânea (CMC) iniciou suas atividades em 2016 e promove concertos com artistas locais e internacionais, residências artísticas, atividades formativas e o CMC FESTIVAL, que encerra o ciclo anual de atividades. Este evento conta com o apoio cultural do Instituto Sacatar e do Coletivo Noise Invade. (texto e card/divulgação)

Data: 28 de junho de 2019, 19h (Abertura da Casa) 20h (Show)

Valor: R$ 20,00 (primeiro lote) / R$ 30,00 (segundo lote)

Vendas: Sympla http://twixar.me/MZ6n

Local: Commons Studio Bar – R. Odilon Santos, 224 – Rio Vermelho, Salvador – BA.

Realização: Low Fi – Processos Criativos

Mais informações: https://web.facebook.com/events/2128374513954625/

Contatos: lowfiprocessoscriativos@gmail.com / ciclocmc@gmail.com / +55 71 99218-7284 / +55 71 99955-1977

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s